terça-feira, 20 de junho de 2017

João das Alagoas


João Carlos da Silva, o João das Alagoas, nasceu no município alagoano de Capela, zona da mata alagoana. É um mestre da cerâmica responsável por recriar o boi do bumba-meu-boi, peça tão comum na arte figurativa popular brasileira. Com as mãos, João faz surgir do barro grandes bois com seus mantos esculpidos em baixo e alto relevo, representando histórias do folclore nordestino, das brincadeiras de rua, dos casamentos, dos batizados, enfim, as histórias do povo e suas tradições.

João é autodidata, sempre fez tudo sozinho. Desde pequeno, já se destacava na escola através de seus desenhos. Usava o barro como brincadeira para fazer boizinhos. Ele conta que aprendeu com a experiência e a observação, e que a sua inspiração vem de outros grandes artistas brasileiros, como o mestre Vitalino, sua principal referência.

Sua notoriedade começou em 1987, quando fez uma exposição de quadros na cidade de Campinas, São Paulo. Foi nesta exposiçao que passou a adotar o nome "Joao das Alagoas". Antes ele assinava suas obras com o nome de "Joao Maravilha", um apelido ganho nos jogos de futebol com os amigos. Mas aconselhando pelo curador desta exposiçao em Campinas, que achava que o "maravilha" nao combinava muito com ele, deu a ideia do nome "Joao das Alagoas", nome que ele carrega e com o qual passou a ser conhecido em todo país. Graças a Deus esse nome pegou, porque esse nome Joao das Alagoas me ajudou muito... Eu acho que se fosse outro nome nao teria me ajudado tanto nao, conta o artista.



Há mais de dez anos, João das Alagoas vive de sua arte. Tem um currículo imponente: ganhou vários prêmios de melhor artesão em alguns Estados; uma menção honrosa, em Córdoba, Argentina e muitas de suas obras integram importantes coleções de arte popular que estão expostas em galerias do Recife, de São Paulo, de Belo Horizonte, de Porto Alegre e do Rio de Janeiro. João tem peças expostas também no exterior, como o Museu de Cerâmica do México.

O artista mantém em sua cidade natal, Capela-AL, um ateliê, onde, além de produzir suas peças, dá aulas voluntariamente para interessados em aprender a arte da cerâmica. Dentre os seus discípulos, destacam-se os artesãos Leonilsson, Nena, João Carlos, Gisé, Marcelo, Sil, Cláudio e Van.

No dia 04 de agosto de 2011 o Mestre João das Alagoas foi declarado como Patrimônio Vivo Cultural de Alagoas.

Contato com Joao das Alagoas:
Rua Pio de Barros, 114.
57780-000, Capela-AL
Tel: (82) 3287-1430

Fonte: Arte Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário